Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sem imagens...

por nino, em 25.02.09

...e sem palavras

 

um link apenas...

 

henricartoon.blogs.sapo.pt/85026.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:15

Continuando a aproveitar...

por nino, em 24.02.09

 

as tréguas climatéricas proporcionadas pela Natureza (bem-hajas S. Pedro!), lá vamos disparando e disparando, em todos os sentidos e direcções...

 

Como iremos ter compromissos importantes, amanhã pelas 19:45, e em jeito de amuleto, trazemos de novo aqui, ao nosso humilde convívio, um amigo de belo e fino nome, de cores a condizer...em princípio, pareceu-nos um dos elementos do casal a que no último post tínhamos feito referência mas, depressa concluímos que, corroborando o que já tínhamos escrito também, os nossos amigos farão questão de passar palavra entre eles, o que nos coloca então em condições de anunciar desde já que, em vez de um único se tornaram em, pelo menos, quatro casais de...

 

Verdelhão (Carduelis chloris) ,

 

que entram, a eito, infiltrados no batalhão de pardais, pela área de serviço que colocámos à disposição dos nossos pequenos amigos de penas e bico...

 

mostrámos a fêmea no post anterior, hoje entra o macho...

 

em posição acrobática, primeiro...

 

 

em pose mais serena, depois...

 

 

allez! allez!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:28

A azáfama em redor...

por nino, em 23.02.09

...da "paparoca", vai-se tornando cada vez mais intensa. Até parece que vão passando a palavra entre eles...

 

A sequência é, normalmente, esta:

Pela fresquinha, 7:30, quem abre a despensa? Claro! confiante e determinado, um dos chapins-reais. Com espalhafato, enquanto não prega com uma mão cheia de grãos no chão não descansa...este é dos que avisa antes de entrar...

De seguida, um seu primo azul, mais sorrateiro, faz questão de não se demorar...tipo: toca e foge...

Depois, pelo chão, chega a infantaria: pardais domésticos, para cima da dúzia, com outros infiltrados, como seja o casal de verdelhões, também já um "habitué"...e as turcas, que deixaram de se fazer rogadas.

O melro preto, o pisco de peito ruivo (agora um pouco mais esquivo), de novo os chapins dos reais e dos azuis e outros parentes que mais dia menos dia virão reforçar a equipa, (acreditamos convictamente nisso), vão-se revezando e tratando de, rapidamente, ver "o fundo ao tacho"...

Duma coisa não restam dúvidas: não será pelo que aquela rapaziada come -sementes de alpista e girassol e amendoins descascados, - que agravaremos a crise.

 

E nós ali, a pouco mais de dois metros, a vermos sem sermos vistos, presenciando todas as movimentações e disputas pela semente mais gorda, os "chega p'ra lá" do maior ao mais pequeno...

Sim, não há dúvida: é gratificante sentirmos a sua colaboração, quando se apercebem que o que nos move é algo de simplesmente amigo, tranquilo e pacífico...

 

Enfim, ir-vos-emos mantendo ao corrente...

 

Para já, mais alguns figurantes...

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:26

...o deserto, normalmente, é longo...demais...

por nino, em 15.02.09

 

e claro, andávamos tristes... Enorme travessia, esta. A mais longa de todas, até agora! 

Chuva

Vento

Frio

e, não bastando, Anomalias Técnicas ainda não solucionadas e que mais à frente se revelarão.

 

Disto, decorrerão 3 provérbios que gostaríamos de associar ao post de hoje, dado que nos parece existir uma relação substancialmente estreita entre os antes e os depois:

 

1- "Tantas vezes vai o cântaro à fonte que por lá lhe fica a asa, um dia..."

2- "Água mole em pedra dura, tanto cava até que fura..."

3- "A  perseverança sempre alcança..."

 

Mas não percamos mais tempo e vamos ao que habitualmente nos move...

 

vejamos então:

muito provavelmente, os nossos ilustres visitantes mais atentos já terão reparado na colossal lacuna, assente na teimosa e importante omissão no blog, de um dos mais vulgares, numerosos e vistosos amigos conterrâneos de penas e bico.

Pois! devemos confessar que não é dos fáceis!...

Quando agora, finalmente, nos chegaram tréguas do céu lá nos aplicámos ao trabalho.

Sete e meia da manhã de domingo frio. O tempo ia passando e nós numa intensa interactividade com os chapins, dos azuis e dos reais e mais piscos e pardais...e quem resolve assomar?

 

Ei-lo ali, plantado no centro das atenções, vulgo, do comedouro, a impor-se anunciando:

"Estou por cá e também quero participar no blogdonino!!! ou seja, do comedouro..."

 

Nem a dois metros se encontrava...e nós com excesso de lente...

 

Meu caro, faça o favor de entrar. O senhor manda! (...pensámos nós...).

 

E entrou... 

 

Melro-preto (Turdus merula)

 

Reino: Animalia

Philo: Chordata

Classe: Aves

Ordem:Passeriformes

Família: Turdidae

Género: Turdus

Espécie: T. merula

Nome binomial: Turdus merula 

 

   

não será das imagens mais conseguidas e estéticas, mas ficámos de tal forma satisfeitos com a sua colaboração, que decidimos apresentá-la, já...a melhoria, essa, iremos planeá-la e depois se verá...

 

Por último, lamentamos não apresentar também de imediato as suas sonorizações e vocalizações...as tais anomalias técnicas a que fizemos referência atrás e que estamos a tentar solucionar, com o caro SAPO...

...e bem, hoje 4ªfeira, estamos então, já em condições de avançar com o que costuma dizer e cantar, o nosso ilustre amigo Melro...oiçam-no

 

Como compensação, deixamos-vos com alguns dos protagonistas da interactividade deste domingo, a que aludimos...e já vossos conhecidos

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:38


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

subscrever feeds