Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Já faz tempo que "Mação"...

por nino, em 25.03.09

...não integra um título de um post do nosso blog. Como já tínhamos referido algures, o facto de um determinado termo aí constar,  inflaciona-lhe decisivamente o número de acessos posteriores. Hoje e como é perceptível, decidimos repetir o teste, qual "espicaçadela" de reanimação...

 

Bem, mas mudemos de assunto...

 

...confessando que o que nos traz por cá não é, infelizmente, a apresentação de novos amigos.

Isso sim, tentaremos a reapresentação de um deles, sob um curioso ponto de vista do comportamento animal...

o pouquinho tempo (quem dera que pudesse ser mais...) que vamos dedicando à observação e fotografia da passarada, como sabem, por vezes confinados a um escasso metro quadrado camuflado em que procuramos potenciar, desse modo, a possibilidade de vermos sem ser vistos, reserva-nos frequentemente, o presenciamento de, embora bizarros, animados momentos de interacção. Desde disputas inter ou intra espécies, em que os indivíduos assumem supostas poses agressivas e ameaçadoras com objectivos de domínio, quer de amplitude territorial, quer do melhor ponto de acesso à semente mais gorda da "área de serviço,... passando pelas atitudes de permanente atalaia, relativamente aos potenciais perigos que se possam desencadear, tanto por terra como pelo ar...até ao comportamento de pormenor, em que por cada vez que vêm sacar o almejado grão, procuram que seja menor o esforço dispendido e que a eficiência na utilização da energia, seja a sua segunda meta...

 

Tentemos então demonstrá-lo com o nosso velho amigo, o Chapim-real

 

 

em baixo, puxando para si, com a pata, o alimentador suspenso...

 

 

...mantendo-se em situação estável sobre o pouso e não balançando suspenso na rede, como habitual...

 

 

...depois ajudando com o bico...

 

 

...finalmente, a recompensa...

 

 

...e claro, reconhecido como é costume, até parece que pretende compartilhar connosco...

 

 

obrigado e bom proveito!!!...

como se terão apercebido, quisemos aludir, embora pela rama, a uma faceta comportamental decisiva, em alturas de crise... quando se trata de animais irracionais e...não só...o instinto!

 

...quanto a nós, aproveitamos para levantar um pouco mais o véu, no caso, as redes de camuflagem, acerca da nossa figura que, desejamos vos seja simpática, quando andamos por estas andanças!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:29

Aproxima-se a Primavera...

por nino, em 10.03.09

...a passos bem largos...excessivamente, quiçá...?!

...e talvez seja então boa ideia, fazermos um ponto de situação ou antes, se quiserem, uma revisão à época "foto-avifaunística de jardim" que vamos agora pensando em deixar para trás.

 

Preparámos por alturas de Outubro/Novembro, num espaço arejado do jardim da casa da mãe, uma, digamos assim, "área de serviço" composta por três tipos de dispositivos de abastecimento. Procuraríamos com isso, para além de ajudarmos na alimentação em período de escassez que, como recompensa, os nossos amigos de penas e bico, em troca de umas insignificantes migalhinhas, nos fossem brindando com toda a sua fotogenia, em diferentes perspectivas ...o nosso local de "emboscada" para as almejadas capturas digitais, tem vindo a ser, após sol e fundos analisados, normalmente instalado a escassos dois ou três metros, em exíguo e amovível metro quadrado camuflado. Slr acasalada com a 80-400mm, tentando espreitar discretamente, por vezes ajudadas pelo conversor 1.4; cabo disparador, tripé a 80cm, a "poltrona", pastilhas elásticas, das sem açúcar e...a conveniente garrafa de água que, depois de vazia, se torna muitas vezes multifuncional...ah e muita concentração, silêncio e quietude! mais gorro, luvas e collants quando justificáveis...

...e eis a panóplia de "tarecos" com decisiva e influente intervenção no processo.

 

primeiro tipo de abastecimento - no chão, com alpista e sementes de girassol (pipas), sobretudo.

 

segundo tipo de abastecimento - em suspensão de um pouso, com amendoins e pipas  numa meia, das de rede, de senhora.

 

terceiro tipo de abastecimento - em altura, a mais ou menos um metro do chão, no topo de um velho cepo, que pelo serviço prestado se terá livrado das cinzas e do borralho, com alpista, pipas e ainda uma guloseima, sugerida pelos sabedores mestres espanhóis e que é, nem mais nem menos, que algo parecido com "madalenas", "sobao pasiego" em castelhano...petisco enorme para eles, os pássaros!!!

 

Resultados:

(utilizaremos a espécie que mais assiduamente frequenta as três modalidades - o verdelhão, - para dar exemplos de imagem final

 

no primeiro tipo - dominadíssimo de assalto, pela invasão da "infantaria" dos pardais domésticos, só de quando em quando, importunados pelos destemidos "comandos" verdelhões. O pisco-de-peito-ruivo, esse, valentaço, aparece geralmente sozinho, "tipo rambo", como que desafiando tudo e todos, para uma meça de forças...nem que seja com o melro preto. Talvez que este se tenha mesmo amedrontado, pois só nos entrou uma única vez... e as rolas turcas, embora "calmeironas", que se cuidem...aproximam-se também, pé ante pé, pelo chão, território do destemido pisco.

  • exemplo de imagem com o amigo a 15cm do solo:

 

 

no segundo tipo - dominadíssimo pela força aérea ultrasónica: os efe 16, os chapins azuis e os efe 18, os chapins reais. Dois ou três segundos são o bastante para o abastecimento...Só muito esporadicamente, lá se vai atrevendo um ou outro macho de verdelhão, a utilizar estratégia análoga...

  • exemplo de imagem com a amiga a 50cm do solo

 

 

no terceiro tipo - e novamente os pardais e verdelhões, naquilo que é...o "fartar vilanagem!!!"

  • exemplo de imagem com o amigo a 1m do solo

 

 

...ainda no lembramos, no início, da timidez dos nossos pequenos amigos...das nossas longas esperas no esconderijo, sem que aparecesse um primeiro...

 

É claro que queremos que mais espécies apareçam! Todas estão convidadas!

 

Uma que lá vai aparecendo, embora fugazmente, receosa pela certa, pela brusquidão dos outros convivas comensais e que, definitivamente, gostaríamos se "pusesse à vontade", apresentamo-la em baixo. Não muito conseguida, é certo, mas ficando a evidência de que por ali vai deambulando...é das que se enquadra no primeiro tipo.

 

Tentilhão (Fringilla coelebs) fêmea... 

 

Reino: Animalia

Philo: Chordata

Classe: Aves

Ordem:Passeriformes

Família: Fringillidae

Género: Fringilla

Espécie: F. coelebs

Nome binomial: Fringilla coelebs

 

 

 E como já vem sendo habitual, na respectiva praxe, os(as) caloiros(as) do blogdonino têm o direito de dizer qualquer coisinha...

 

Em jeito de conclusão, confessamo-vos que nos começa a parecer tarefa difícil, pela disposição das forças no terreno, conseguirmos esta época, que outras espécies ainda vão entrando e daí, ponderarmos seriamente, a hipótese de levantar ferros e partirmos em busca de novos registos por paragens menos exploradas... 

Em boa verdade, se recordarem os posts dos últimos tempos, poucas foram as novidades dignas desse nome...

O melro e o tentilhão em condições controladas. O lugre em liberdade. Pouco. Demasiado pouco...

Pois é!...gostaríamos e necessitaríamos de ter muito mais tempo...

 

 

...e pronto! lá se foram outra vez abaixo das canetas!!!...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:22


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

subscrever feeds