Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Damos connosco...

por nino, em 22.06.10

 

...vertiginosamente, a atingir os três anos de existência! e por isso, em jeito de celebração, desejávamos profundamente, senão apresentar novos amigalhaços, pelo menos trazer de novo algum dos que mais nos marcaram e continuam a marcar, claro que sem menosprezo por todos os outros...confessamos desde já que, as várias dezenas de registos que vos temos mostrado ao longo da história do blogdonino, estão minuciosa, individual e carinhosamente, gravados na nossa memória!

 

E pois bem, embora tenha custado um inteiro mês sem posts, a perseguição implacável que lhe movemos deu, hoje pela fresca, ali à ribeira d'eiras, os seus frutos...

Queríamos de novo o "clarão azul" e ei-lo a colaborar

 

Queríamos dedicá-lo aos nossos visitantes e...pelos vistos, conseguimos!!!

 

Bem-hajam, pela companhia que nos têm proporcionado

 

Guarda-rios (Alcedo athis)

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:36

Avançámos para o Pereiro...

por nino, em 22.05.10

...este domingo!

 

É verdade! o amigo Miguel Gaspar, "passarólogo"de há longa data, como ele próprio gosta de se intitular, e de créditos solidamente firmados nestas matérias, localizou-nos...

e ainda bem, pois usando da sua experiência, já fomos aprendendo e avistando novidades...

 

Acompanhámo-lo, a seu convite, numa primeira etapa deste ano, do Censo de Aves Comuns, quadrícula de Envendos. Trabalho amplo, voluntário, sério e... madrugador, que tem como principal objectivo, "inventariar" por avistamento mas, principalmente através do canto, as aves deste nosso jardim à beira-mar plantado, num enorme e sistemático trabalho de equipa. Diga-se que a quadrícula de Envendos é...uma de muitas...

 

Não querem lá ver que, à laia de presente, ainda por cima, o amigo Miguel nos quis mostrar uma espécie que nunca nos tinha tropeçado nos binóculos, quanto mais na objectiva!...

È uma espécie que vem passar férias no nosso ameno clima primaveril e estival, multiplica-se e parte para outras paragens mais agradáveis de inverno...ele ainda há grandes vidas!!!

 

pois é! e a nidificar, no próprio quintal, numa mansão disponibilizada para o efeito...(leia-se caixa-ninho)

 

Oiçamo-los de imediato...

 

 

Rabirruivo-de-testa-branca (Phoenicurus phoenicurus)

 

  o Macho...

 

 

 ...e a fêmea

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:48

É Maio e..

por nino, em 02.05.10

 

...lembramo-nos da preocupação de uma das nossas saudosas avós em nos acautelar perante a sua chegada: "não deixem que ele, o maio, vos faça isso!!!...". Talvez essa memória estivesse latente no nosso subconsciente e tanto assim, que cedinho, ontem, nos levantámos procurando não lhe dar tempo, a ele, maio, para disparates...

 

Ah! e fomos p'ró campo...

Tínhamos ameaçado e cumprimos!

Logo ali em frente do caminho agrícola do tejo, do lado sul, onde as águas de tanto lamberem,  estão a obrigar ao redobrar de esforços de recuperação  por parte dos nossos amigos visitantes da época. Sim, dos ninhos do ano passado, poucos ou nenhum restou. Mas verdade é que numa azáfama suada, aí estão eles de novo a reconstruirem, a furarem, a compactarem, acreditando nas potencialidades da zona e da região...e depressinha, que a espécie tem de ser preservada e multiplicada! 

 

Também a isto chamamos persistência e convicção. Que nos sirva de exemplo!

 

os Abelharucos (Merops apiaster) do Tejo

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:17

Claro que nisto da passarada...

por nino, em 12.04.10

...e dos blogs com imagens de autoria própria, é sempre improvável a data da próxima publicação.

Não será comparável, salvaguardando e respeitando as devidas distâncias e competências, a um artigo de opinião em qualquer diário, semanário ou anuário, ou outros a acabarem em ...ário...e que permitam determinar alvos com alguma antecedência, bem como o período de tempo suficiente e necessário para perfurar a mouche...E é por isso que assumimos como uma das importantes componentes desta nossa missão, a imprescindível contínua focalização no minimo indício de oportunidade (sempres escassos...) de captar motivos de "trabalho". Aliás, temos bastas vezes confessado alguma preparação, leia-se, artificialismo de bastidores...

 

Pelo dito, sem saber qual será a próxima, pois é desta que, de vez, nos decidimos a penetrar novamente no campo à procura das espécies da época, queremos deixar-vos com a mais urbana, mais assídua e que, normalmente, mais nos acompanha nas lides caseiras da fotografia "passareira"...

 

...o Pardal-comum, digo a Pardoca-comum

 

 

 

 

 

 

até logo!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:36

Tempos de procissão...esta época!...

por nino, em 23.03.10

 

...é verdade! Mas cuidado com algumas delas, sobretudo com as das "processionárias", vulgarmente conhecidas pelo bicho-do-pinheiro.

Lagartas peludas de disciplina acarneirada que vão evoluindo numa locomoção rastejante, cabeça com rabo, calma e peristalticamente, vindas de repugnantes ninhos em pinheiros, dos mansos e dos bravos, em direcção não sabemos bem a quê ou onde !? (20 cm de profundidade no solo, onde se transformarão em crisálidas e depois, borboletas, revelam os entendidos, fazendo perdurar os ciclos biológicos de mal-feitoria...)... Sinceramente que não lhes vislumbramos qualquer tipo de utilidade, sendo a sua grande inutilidade, a facilidade com que contaminam tudo por onde passam, distribuindo, levianamente, pequenos microdardos urticantes...

 

propomos a leitura atenta do conteúdo do seguinte link http://www.afn.min-agricultura.pt/portal/pragas-doencas/resource/ficheiros/Processionaria-areas-urbanas-e-peri-urbanas-2009.pdf

 

acontece que nos invadiram, abusivamente, o abrigo fotográfico e de tal maneira que, hoje, passados três dias desde a última sessão, ainda nos coçamos agoniada e vigorosamente...

Bah, ainda se servissem de alimento para os pequenos amigos!...

 

e por falar nisto, caros visitantes, comportamentos estranhos dos vossos animais de companhia ou outros, nesta altura do ano, bem que podem ser decorrentes do inopinado contacto com aqueles inúteis!!! Reajam!

 

 

a pressa de postar desta vez, tem a ver com uma tentativa de atitude preventiva, pela crise alérgica com que nos estamos a confrontar...

 

abraço e que seja de utilidade...

 

 

enfim, por nós, aqui vos deixamos mais uma megengra(?), um verdelhão e um pardal...

 

 

 

 

 

 

  

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:47

"Não há mal que sempre dure...

por nino, em 14.03.10

 

...nem bem que perdure!"

Habituámo-nos de há longa data a conviver com o dito e a confirmá-lo.

Nada mais certeiro! Quase tanto como o: " Chuva em Novembro...Natal em Dezembro!"

 

Então:

lá reapareceu o Sol com vigor e reafirmando-se como fonte de vida...

o lagarto...qual lagarto qual carapuça, o Leão, isso sim, já ruge de novo a plenos pulmões!

Ao invés, só a crise não muda...tal como as moscas!...

 

E, este fim-de-semana, até nos revisitou o nosso velho amigo, mais verdejante que nunca...

 

O verdelhão (Carduelis chloris)

lembram-se da voz dele?!...

 

 

 

abraço a todos!!!

 

ps: tivemos também, neste mesmo fim-de-semana, o prazer de acolher figura maçanica, amiga e ilustre, no team dos cinquentões...longa vida, lhe desejamos!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:08

Mais do mesmo...

por nino, em 24.02.10

 

...como tanto se ouve dizer, hoje em dia...senão vejamos:

o S Pedro teima em ser teimoso;

a crise, da económico e financeira e não só, enraizou de vez;

e os lagartos...esses, hibernaram, estivaram, outonaram,...desmaiaram, talvez??? nem é bom lembrar...

 

...até os nossos pequenos amigos. Não é que nos importemos,  apareçam sempre! claro.

mas que diabo!...

...tragam outro amigo também...

 

e dizíamos nós que, entretanto, suspendiríamos poses...

 

Qual quê!!! avança, caro azulinho!!!...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:34

Hibernados???

por nino, em 10.02.10

1-

A Hibernação - estado de latência decorrente da capacidade orgânica que alguns animais possuem para, fruto de um estado de inactividade quase absoluto e à custa da mobilização de reservas energéticas próprias acumuladas, conseguirem ultrapassar prolongadas fases de hostilidades climatéricas. (Bem, esta foi uma tentativa de definição, da nossa autoria e responsabilidade)

Pois... não queremos de todo que nos seja aplicada a definição. Não nos servirá a carapuça!

Estes dois meses de aparente inactividade, exigem de nós um pedido de desculpas aos nossos assíduos visitantes que, esperamos, continuem a sê-lo.

É certo. 

Mas reparem que referimos, aparente inactividade.

De facto, fomos "mexendo"...

...todavia, as tréguas climáticas não ocorreram e talvez por isso, as nossas estratégias não resultaram. Não resultando, não foi possível atingir o projectado e objectivado upgrade, isto é, como não nos têm entrado novidades, digo, novas espécies, e as condições de luz, de abrigo e de trabalho que se afiguravam como alternativas, face à teimosia do são Pedro, acabaram por não o ser, teremos de admitir que sobreveio um elevado grau de ineficiência, durante este demasiado longo período...

 

Mas enfim, não adianta chorar sobre o leite derramado!...

 

2-

A Selecção Natural -

Espremamos este dois longos meses:

a presença assídua dos dois amigos Chapins, o real e o azul, como que terá sido a bonança entre tormentas. Contudo, estamos determinados em não vos maçar durante uns tempos, com as suas poses, presumidamente fotogénicas e ou impecáveis.

 

E, entretanto, eis que nos deparámos com um pequenino episódio, que de resto vos passaremos a contar e que, pensamos nós, traduz na sua essência, a lei da selva ou do mais forte, se quiserem...

 

Curiosamente, tínhamos assistido há umas semanas atrás, a um filme protagonizado pelo Gibson, desfigurado de uma das faces, fruto de um qualquer violento acidente. A sociedade teimou em não ser meiga nem solidária com ele...argumentos...no fim, o final foi  quase inteiramente feliz e as pazes foram feitas.

 

Pois, na realidade, o que acabámos por presenciar foi a intolerância, o preconceito e a falta de solidariedade, por parte de um Chapim-real perfeito e escorreito, relativamente a "um patinho feio, chapinzinho no caso, pequenino monstro", provavelmente em tal estado, devido a mazelas e sequelas de algum entalão em costela furtiva, a que terá conseguido escapar.

 

Acreditamos convictamente que os protagonistas, porventura, poderão ser ainda irmãos ou parentes próximos.

 

Mas, assim que o pequenino monstro se aproximava do comedouro, lá aparecia o "príncipe perfeito" a afugentá-lo, a escorraçá-lo, quiçá a lembrar-lhe qual a sua condição e imagem...

 

Neste episódio real, contrariamente ao filme do Gibson, o final não terá sido feliz....

 

Angustiante, no mínimo...e achamos que dá que pensar... 

e será que o final quase feliz do filme do Gibson, o foi, por ser só um filme (???...)

 

 

os protagonistas do nosso episódio:

 

"o príncipe perfeito"

 

 

 e "o pequenino monstro"

 

 

3-

Por último, queremos comunicar-vos uma baixa de vulto na equipa do blogdonino: O Santana transferiu-se para outros "campeonatos".

Até sempre!!! 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:37

Podem não gostar...

por nino, em 01.12.09

 

...mas, presunções à parte, achamos que conseguimos hoje, do grande amigo, a sua melhor pose até à data...

talvez queiramos dizer que,...a amizade recompensa...

 

e assim, queremos partilhar convosco o motivo da nossa satisfação...

 

juramos que saiu à primeira e que os megas são todos originais e recuperáveis......

 

 

grande abraço ;-)))

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:52

E é Outono! profundo...

por nino, em 29.11.09

 

...e está decorrido mais de um mês após o nosso último post! ...como o tempo voa!!!

Em todo este, fomos dando por nós, ocasional e nostalgicamente, mirando  a canon, p'r ali arrumada, quase esquecida, à espreita dos próximos episódios em conjunto. Pois é! mas tanto a agenda relativa a diversos, como os caprichos do todo poderoso meteorológico são Pedro, não o iam permitindo...

Hoje, já no profundo e cinzento último terço do Outono, atravessando um pequenino período de férias que iria, supostamente, ser dedicado em exclusivo à passarada, acordámos de novo, com o teimoso e persistente gotejar dos beirais...

 

Enfim, tudo somado, penso que nos últimos dias, nem durante uma singela meia hora o sol nos terá visitado...

 

Ainda assim, queremos aqui prestar homenagem, com três simples imagens, à estação das lindas  e nostálgicas cores...de volta de um, não menos simples, ramo de plátano...

 

Outono I

 

 

Outono II

 

 

Outono III

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 09:21


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

subscrever feeds